22 de fevereiro de 2018

Dicionário: Book Haul e TBR

Ei gente! No vídeo de hoje contei para vocês o que é Book Haul e TBR.


Me fala nos comentários qual a TBR de vocês para 2018, aproveita e comenta o que vocês querem ver aqui no canal!

Resenha: Confissões Online 2 - Entre o Real e o Virtual

Figueiredo, Iris. Confissões Online 2, 2016.

A vlogger favorita de todos está de volta com mais confusões em Confissões Online 2. Mariana Prudente, que conquistou a internet com o vídeo de sua irmã experimentando o vestido de noiva, está de volta ao Brasil após o intercâmbio feito devido ao sucesso de seus vídeos no Youtube em seu canal Marinando.

Leio na Rede, Gaby Monteiro
Foto: Gaby Monteiro

A jovem teve uma experiência incrível no Canadá e volta para casa com muitos vídeos, lembranças e uma nova amiga: Pilar, a mineirinha que não esconde atrás das palavras e é cheia de atitude. Mari agora tem que lidar com o cursinho pré vestibular mais uma vez enquanto espera a segunda chamada do SISU para ingressar na faculdade no 2 semestre. 

Enquanto isso, tem o casamento de sua irmã Melissa, a despedida de Nina que vai fazer faculdade em São Paulo e as dificuldades no relacionamento com Arthur. Para melhorar (e complicar) tudo, Mari é convidada pela revista SuperTeens para participar da festa de aniversário do meio midiático e descobre o carinho das fãs, mas também o poder dos haters, especialmente de uma outra vlogger.

Confissões Online 2 tem tantas reviravoltas quanto o primeiro volume, porém agora percebemos o quanto Mari amadureceu. O livro vai continuar a falar sobre transtornos alimentares e focar ainda mais no assunto, o que eu achei extremamente positivo, ainda mais da forma leve e natural que foi feito.

Leio na Rede, Gaby Monteiro
Foto: Gaby Monteiro

Me diverti bastante com as confusões de Mari e me surpreendi ao descobrir quem era a outra vlogger que disseminava o ódio pelo Marinando nas redes sociais. Amei cada momento da Mari com o Arthur, com as amigas e com o trabalho que ela custou a encarar de forma séria. Achei interessante a forma como Iris aborda assuntos importantes de forma leve e instrui o leitor sobre os temas.

Ao chegar ao ponto final já senti saudades dessa vlogger doidinha, mas fechei o livro feliz sabendo como a história de Mari e seus amigos estava encaminhada e sua trajetória está só começando.


Classificação:

20 de fevereiro de 2018

05 dicas para ler em inglês!

Hey guys! No vídeo de hoje dei cinco dicas para começar a ler em inglês! 


Não deixem de me contar quais livros vocês já leram e quais dificuldades tiveram.


15 de fevereiro de 2018

Faculdade de jornalismo: vale a pena?

Ei gente! Hoje o vídeo é um pouquinho diferente... Contei para vocês da minha experiência com o curso de Jornalismo!

Deixa nos comentários quaisquer dúvidas que vocês tenham sobre o curso que eu faço outro vídeo respondendo vocês!

4 de fevereiro de 2018

Pensando na Rede: (Des)Harmonia

As pessoas falam, é você quem escolhe se deve escutar ou não. Eu escolhi escutar e, agora, minha voz se confunde com todas as outras.

Esse pensamento é meu? Essa decisão é minha?

Já não sei mais dizer. Toda escolha vem atrelada a um nome suporte, nunca algo sozinho. Por quê? Por que essa necessidade de aceitação? 

A sociedade é feita de imagens, padrões e esteriótipos, quando você quebra um, as vozes falam. E não se calam.

Até o momento que concordam em dar um passo para trás, o holofote é meu, a manete de decisões é minha. Estou no centro, estou no controle e... minha voz se cala. 
Trava. 
Silêncio. 
Nada.

O medo é palpável, o silêncio assustador. O peso da decisão esmaga até a respiração e nada se ouve. 
Tensão. 
Apreensão. 
Expectativas. 

Um filme começa a rodar e a trilha sonora é composta por diversas vozes, cheias de opinião.

Cada situação, cada dúvida, cada solução já vivida passam em frente ao holofote. Para cada cena, um narrador que auxiliava o personagem principal. Nos sonhos, o protagonista corria, fugia, vivia aventuras que jamais seriam verdadeiras pois eram extremamente opostas à sua imagem. 

E enquanto isso no filme dos narradores, minha voz ganhava espaço, respeitando o livre arbítrio do protagonista e se adaptando às novas situações. A imagem de conselheira, responsável e carinhosa era clara nas outras histórias e brilhava em meu holofote também. 

Mas repare na injustiça: os outros enredos mudam sem julgamento, sempre com apoio. O enredo que eu interpretava era travado para não fugir do caminho perfeito, da atuação impecável, da super heroína que salva a todos e não encontra problemas.

No filme que é a minha vida, sou apenas protagonista, personagem, atriz. A direção não me pertence. 

E quem escolheu essa equipe fui eu.


Fev/2018

23 de novembro de 2017

O novo livro da Kéfera + SORTEIO

Ei gente! Eu e a Renata, do blog Entrando Numa Fria, encontramos a Kéfera na pré-estreia de seu novo filme, Gosto Se Discute, e conversamos um pouco com a youtuber, atriz e escritora. Me conta nos comentários o que vocês acharam do filme e de seu último lançamento ”Querido Dane-se”! Não deixem de participar do sorteio!




Link do Post Oficial para compartilhamento no sorteio aqui.

Compre Querido Dane-se aqui.


Vale a pena fazer intercâmbio? - Com Paula Pimenta

Ei gente! Finalmente saiu o vídeo com a maravilhosa Paula Pimenta! Conversamos sobre intercâmbios e a autora compartilhou algumas histórias e dicas de viagens com vocês! Não deixem de comentar qual seu intercâmbio do sonhos!




Mais informações intercâmbios com a Paula Pimenta, clique aqui

Compre os livros da Paula aqui.

31 de agosto de 2017

Resenha: Depois de Você

Moyes, Jojo. Depois de Você, 2015.

O livro conta a história de Louisa Clark após a morte de Will Traynor. Ao final de Como Eu Era Antes de Você, Will deixa uma carta com instruções para Lou aproveitar a vida e viajar para Paris. A jovem segue os comandos da carta, mas meses depois de viajar o mundo continua sentindo o vazio deixado pelo único homem que amou.

Começamos o livro com Lou trabalhando em um bar de aeroporto, morando em um apartamento em Londres que não pode ser chamado de lar e com a vida parada tanto quanto antes de conhecer  Will. A relação com sua família também não mudou, aliás, piorou. Todos em sua cidade natal a julgam por ter permitido e acompanhado Will quando ele colocou fim na própria vida.

Leio na Rede, Gaby Monteiro
Foto: Gaby Monteiro

O cenário só muda quando, uma noite, uma pessoa desconhecida bate na porta de Lou. Uma garota. A partir desse momento, a vida de Lou se movimenta, não exatamente como ela esperava. Com a amizade com essa nova garota, Lou começa a sair mais, se preocupar com os outros e conhecer novas pessoas que vão relembrá-la de como é viver.

Não posso comentar mais sobre o enredo porque daria spoilers. Mas o ritmo de narrativa de Depois de Você é um pouco mais rápido que o do primeiro volume, porém ainda temos capítulos que tudo passa devagar.

Eu gostei de como o enredo muda totalmente com a chegada da garota na casa de Lou, mesmo achando algumas atitudes um pouco fora da realidade. Adorei como a família de Lou participa mais do enredo e percebemos mudanças comportamentais nos outros personagens também, destaco aqui a relação dos pais de Louisa, que mesmo estando em crise, rendem boas risadas para o leitor.

Leio na Rede, Gaby Monteiro
Foto: Gaby Monteiro

Acredito que o segundo livro passou a mensagem de vida, do fazer a vida valer a pena, melhor do que o primeiro volume. Terminei a leitura de Como Eu Era Antes de Você arrasada, fiquei por dias remoendo a história e inconformada com o final. Já Depois de Você apresenta um final leve, mostra como podemos, em qualquer situação, tirar o bem de algo que parecia sem esperança.


A autora disse que a história de Lou será uma trilogia, portanto podemos esperar mais um livro fechando essa narrativa. Não sei o que Jojo Moyes e Louisa vão aprontar, mas acredito que o último volume vai mostrar ainda mais como é o viver e os dramas da rotina em família, seguindo uma linha muito verossímil com a realidade.

Classificação:

16 de agosto de 2017

Resenha: O Amor nos Tempos de Ouro

Carvalho, Marina. O Amor nos Tempos de Ouro, 2016.

O primeiro romance histórico da escritora mineira conta história de Cécile Lavigne, uma dama franco-prussiana que perdeu a família e agora estava sob o poder de seu tio Euzébio. O tio, ambicioso, arranjou um casamento da sobrinha com um dos homens mais influentes nas terras de Minas Gerais. Mais influente e mais odiável também. 

Cécile viaja para o Brasil e desembarca no Rio de Janeiro, onde permanece dois dias antes de seguir viagem para Minas Gerais. Essa segunda jornada é um desafio, Cécile e sua dama de companhia, Úrsula, são levadas por Fernão e seus homens nessa empreitada. Porém, a colônia apresenta muitas surpresas por seus caminhos e o grupo terá que se adaptar para concluir viagem.

Leio na Rede, Gaby Monteiro
Foto: Gaby Monteiro

Fernão é um homem correto, mas que realiza todos os tipos de negócios com homens horríveis como Euzébio e Euclides, o futuro marido de Cécile. A francesa estranha tudo na nova terra, o modo de se vestir, o clima, o modo de falar e até mesmo Fernão, um homem bonito, mas um tanto quanto rude. Cécile foi criada de forma diferente das outras damas da época, sempre correu livremente com seus irmãos e não se preocupava tanto com as regras da sociedade, por isso também, achava horrenda a forma como os escravos e os criados eram tratados e não hesitava em se dirigir a eles como se dirigia a qualquer outra pessoa: educada e com carinho. Isso causou espanto na maior parte das pessoas, mas também fez com que muitos se afeiçoassem a ela, inclusive Fernão.

Uma vez concluído o trajeto até as terras de Euclides, Cécile conheceu o outro lado da vida na colônia, a parte triste e horrível, os castigos dos escravos, a submissão ao chefe da casa… Mas a francesa não ia permitir que as atrocidades continuassem acontecendo perto dela e por tomar atitude, sofreu consequências…

Leio na Rede, Gaby Monteiro

O livro é narrado em terceira pessoa e intercala a narração com passagens do Diário de Cécile e cartas de Fernão. E cada capítulo é iniciado com um trecho de uma poesia que tenha relação com o conteúdo daquele capítulo. Logo no início, Marina faz uma nota para os leitores contando do processo de pesquisa para se escrever a história que se passa na primeira metade do século XVIII. Foi a primeira vez que a autora se aventurou no gênero e eu gostei muito do resultado. Os personagens foram bem construídos, assim como a ambientação e é impossível não se recordar das aulas de história durante a leitura, ligando os fatos fictícios e os reais. Outro ponto que contribuí é a linguagem muito bem adaptada à época e aos diferentes idiomas utilizados.

O ritmo da história também me agradou, não tem um momento que ela fica parada, sempre algo está acontecendo, todas as cenas apresentam um ápice, principalmente as que tem escravos e Euclides envolvidos. Mas até cenas que tem somente Fernão e Cécile fazem o coração bater mais rápido.

A autora está escrevendo uma continuação para a história, focada em outra personagem, a Malikah. Ela é uma escrava na fazenda de Euclides e tem muita coisa para contar, eu mal posso esperar para ler! Outros personagens secundários que roubam a cena e o coração do leitor são Hasan e Akin, também escravos e amigos de Cécile. 

Leio na Rede, Gaby Monteiro
Foto: Gaby Monteiro
A única coisa que me incomodou foi o fato de as Notas que explicam alguns termos e traduzem outros só aparecerem em uma página ao final do livro e não no pé da página aonde tem a expressão a ser traduzida. Ficar indo até o final para descobrir o que está falando e depois voltar para o meio da história, quebra um pouco o ritmo, mas tirando esse detalhe eu amei o livro e é o meu segundo favorito da autora, atrás do meu amorzinho Azul da Cor do Mar.

Além de ser o primeiro romance histórico que Marina publica, foi o primeiro livro que ela publicou pelo selo GloboAlt e a editora fez um ótimo trabalho. Eles colocaram para a votação do público qual capa deveria ser a escolhida, que ficou maravilhosa, a fonte do título também remete muito à romance histórico e o interior tem detalhes que deixam ainda mais especial a leitura. Além disso, a editora fez vários marcadores em fita com um pingente que combine com a história como a chave que eu tenho ou um coração.

Eu dei 5 de 5 estrelas para Amor nos Tempos de Ouro e mal posso esperar para o segundo livro. Deixa aqui nos comentários se vocês já leram e qual seu Romance Histórico favorito.

Classificação:

8 de agosto de 2017

Marina Carvalho divulga lançamento de seu oitavo livro em BH

A escritora mineira Marina Carvalho fará um evento de lançamento de seu oitavo livro "A História de Malikah". A obra é o segundo romance histórico da escritora e vai narrar a jornada da personagem Malikah, presente no primeiro romance histórico "O Amor nos tempos de Ouro".

O evento será no dia 19/08 às 14 horas na Livraria Leitura do Shopping Pátio Savassi. Haverá bate papo mediado pela escritora Laura Conrado. Os leitores poderão levar quantos livros quiserem para o autógrafo.